A Tocha Olímpica da Rio 2016

15/02/2016

Tocantins e Amapá preparam-se para receber a tocha olímpica, que passará por mais de 300 cidades brasileiras.

322149
Foto divulgação 

Por Olheinfo – Palmas e Macapá realizam nesta sexta-feira (12) reuniões preparatórias para discutir todos os procedimentos para a chegada da tocha olímpica às capitais do Tocantins e do Amapá. O revezamento começa em 3 maio e passará por mais de 300 cidades brasileiras.

 

Nesta sexta-feira, equipes do governo federal estarão reunidas com lideranças políticas das duas cidades para tratar da mobilização e da logística do evento. A ação do Ministério do Turismo tem por objetivo reforçar a importância dos jogos para aumentar a visibilidade do Brasil como destino turístico.

 

“Para o turismo, esses encontros têm sido interessantes e produtivos. Com as reuniões desta sexta-feira, finalizamos a primeira fase e passamos para a etapa operacional do planejamento”, explicou o assessor técnico do Ministério do Turismo, Jun Yamamotto. As próximas cidades a receber as reuniões de planejamento serão São Paulo, Natal e Recife.

 

Palmas, a capital mais jovem do Brasil, é também o destino mais procurado do Estado, com oferta de esportes próximos à natureza, como mountain bike e tirolesa. A menos de 200 km, está um principais destinos ecoturísticos do País: o Jalapão. As belas cachoeiras do Lajeado, da Fumaça, do Brejo, da Cama, do Soninho, Dunas e Fervedouro são destaques na região.

 

Em Macapá, uma das atrações imperdíveis é o Monumento do Marco Zero do Equador, um obelisco de 30m de altura construído para marcar a passagem da linha do equador – que separa os hemisférios Sul e Norte. No local é possível contemplar, ao menos duas vezes no ano, o Equinócio – fenômeno natural em que o dia e a noite têm a mesma duração. A Fortaleza de São José, um dos maiores fortes do Brasil, também é um importante cartão postal da cidade.

 

Fonte: Ministério do Turismo
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative CommonsCC BY ND 3.0 Brasil