Rio sem estratégia recebe ½ milhão de turistas

30/12/2015

São números aparentemente promissores, se houvesse mais inteligência nas ações estratégicas voltadas para o turismo no estado.  

2684410
Foto Divulgação 

Por Olheinfo – A estimativa de turistas que irá desembarcar de navios entre novembro e abril no Rio de Janeiro, é cerca de 565 mil turistas, com injeção de US$ 169 milhões em cinco meses; sem contar com o volume e movimento financeiro dos que desembarcam dos meios aéreos e terrestres. Visto por um lado são números bastante rentáveis para o estado, fato que é real; porém se visto por outro lado é risco iminente tanto para a população, quanto para os turistas.

 

Não só o Rio de Janeiro, mas o Brasil, está com dificuldades financeiras; por essa razão sua infraestrutura permanece comprometida – os cidadãos locais não conseguem atendimento médico, os hospitais estão fechando, o país vive o surto de epidemias relacionadas com o mosquito Aedes aegypti, os policiais vinculados à segurança pública está ameaçada de não receber salários e o estado de parar. Fatos que podem gerar um caos ainda maior, com a chegada desse grande volume de turistas sem controle efetivo.

 

Até quando o turismo no Brasil será tratado com amadorismo, objetivando arrecadação e ignorando os riscos à população. O turista entra e sai do estado sem qualquer acompanhamento, registros estratégicos e ações voltadas à conquista e retenção. Tudo motivado pela aleatoriedade e própria sorte.     

 

Por – Paulo Eduardo Dubiel – Executivo em Gestão de Marketing & Negócios, Esp. - www.peds.com.br

 

Leia mais, com Jornal do Brasil

Desde o início deste mês de dezembro, com a proximidade e a chegada do verão, 27 navios com mais de 150 mil turistas já desembarcaram na cidade do Rio de Janeiro. A Diretoria de Operações da Secretaria de Turismo/TurisRio tem participado da coordenação do desembarque das embarcações, orientando e atendendo dúvidas mais frequentes dos visitantes.

 

“Registramos embarques dos turistas em 60 ônibus e 80 vans que seguiram para os pontos turísticos do Rio de Janeiro. Este nicho turístico é muito importante para o Estado do Rio e o setor como um todo. Além dos passageiros dos navios, temos ainda a tripulação, que chega a 40% do número de turistas”, afirmou o secretário de Turismo, Nilo Sergio Felix.

 

O Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) e equipes da CET- Rio e da Guarda Municipal orientam turistas e trânsito na Região Portuária.

 

Entre novembro e abril, cerca de 565 mil pessoas devem desembarcar de navios no Rio de Janeiro. O número é 15% maior em relação ao verão anterior, quando 490 mil turistas chegaram em cruzeiros. São esperadas 109 atracações, sendo 28 de cruzeiros internacionais, de acordo com o Terminal de Cruzeiros do Pier Mauá.

 

No Carnaval do 2016 (de 6 a 13/2), 130 mil pessoas desembarcarão na cidade. O número é 85% maior em relação à festa deste ano, quando 70 mil chegaram ao Rio em cruzeiros nacionais e internacionais. Somente no domingo (7/2) 11 navios atracarão no Terminal de Cruzeiros do Pier Mauá.

 

Cálculos da Associação Brasileira dos Operadores de Turismo Receptivo Internacional (BITO) apontam uma injeção de US$ 169 milhões em cinco meses.