Verão quente para o turismo brasileiro

27/125/2016

Os brasileiros estão valorizando cada vez mais as belezas de seu próprio país.

0capa-7
Foto divulgação

Olheinfo - O verão, que inclui o período de festas de fim de ano, férias escolares e o Carnaval, será um grande aliado do mercado de turismo nacional. O brasileiro vai botar o pé na estrada e aquecer as vendas das empresas do ramo, que projetam um crescimento de até 6% na comercialização de pacotes de viagens, na comparação com o ano passado.

 

Segundo a Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), o Brasil será o principal destino dos brasileiros. Os destinos nacionais representam até 60% das vendas de pacotes para o período.  A entidade prevê que a comercialização de produtos de final de ano movimente cerca de R$ 220 milhões, o equivalente a 40% do movimento anual.

 

A maior operadora de turismo do país viu o consumidor antecipar as compras para o verão e registrou recorde histórico de vendas no mês de outubro. Foram comercializados R$ 538 milhões em viagens, superando os R$ 491 milhões de janeiro do ano passado, até então o melhor resultado da empresa em um mês.

 

“Esses resultados demonstram que o Brasil tem muito a oferecer e os brasileiros estão cada vez mais interessados em conhecer as belezas de seu próprio país. O Ministério do Turismo tem trabalhado de maneira intensa para melhorar a infraestrutura turística de nossos destinos e conseguir receber cada vez melhor nossos visitantes”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

 

No setor de locação de automóveis o otimismo é o mesmo, com expectativa de aumento da demanda entre 10% e 20%, especialmente no Carnaval.  “A tendência é que mais brasileiros optem por viajar dentro do próprio país, favorecendo o setor de locação”, comenta o presidente da Associação Brasileira de Locadoras de Automóveis (Abla), Paulo Nemer.

 

Na hotelaria, o movimento é de recuperação segundo o presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hotéis (ABIH), Dilson Jatahy. Segundo ele, a disposição do brasileiro em viajar no verão deve contribuir para repor os cerca de 10% de queda nas vendas registrado em 2015.

 

As companhias aéreas também se mobilizaram para atender o aumento de demanda de dezembro a fevereiro de 2017. Uma das maiores companhias do país anunciou a operação de mais de cinco mil voos extras durante esse período para 63 destinos, sendo 52 nacionais e 11 internacionais.

 

EXPECTATIVA DE VIAGENS PARA A ESTAÇÃO – Dados apresentados pelo ministro do Turismo, Marx Beltrão, na última quarta-feira (21) mostram que 73,4 milhões de viagens deverão ser realizadas nos meses de dezembro (2016), janeiro e fevereiro de 2017. Esse número reflete um ligeiro aumento de o,8% em relação ao ano anterior, quando 72,8 milhões de viagens foram feitas. A expectativa é de que essas viagens movimentem R$ 100 bilhões.

 

A região Sudeste é a preferida entre os viajantes, o estudo indica que cerca de 33 milhões de viagens (46% do total) devem ter como destino esta região. O Sul deve receber 25% do total de viagens do país e o Nordeste, 23%. Centro-Oeste e Norte completam o ranking das regiões, com 5% e 2% do total de viagens, respectivamente.

 

Os dados apontam o carro como o principal meio de transporte a ser utilizado, realizando 52,9% dos deslocamentos. O ônibus vem em seguida, com 26,7% das viagens (19,6 milhões), e em terceiro lugar, o avião (8,1%).

 

Fonte: Ministério do Turismo