GDF promove projetos sustentáveis
 27/05/2013

A borracha dos pneus velhos é usada na construção de ecodutos da obra na Torre de TV Digital

As obras de drenagem da água da chuva estão mais sustentáveis no Distrito Federal depois que a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) começou, de forma pioneira, a utilizar pneus velhos para fabricar manilhas para a Torre de TV Digital, em Sobradinho.

 

"Serão utilizados 65 mil pneus, sendo 20 mil de caminhões e 45 mil de carro, numa bacia de contenção que aos poucos permite a água infiltrar no solo de forma natural, chegar ao lençol freático e seguir seu curso sem provocar assoreamentos ou erosões" explicou o presidente da companhia, Nilson Martorelli.

 

A Novacap investiu R$1,7 milhão no projeto, que está em execução desde dezembro de 2012 pela empresa Soloarte.

 

A técnica é simples e consiste em cavar um buraco de 70cm X 130cm, com um metro de profundidade, onde são empilhadas duas colunas de três pneus, todos amarrados e com perfurações para impedir o acúmulo de água e assim evitar a proliferação de focos do mosquito da dengue.

 

O chamado "ecoduto" é tão resistente quanto às manilhas de concreto que são usadas normalmente em galerias de água pluvial.

 

Trata-se de uma iniciativa piloto que poderá ser replicada em outras obras relacionadas à captação da água da chuva, numa tentativa do governo local de investir em projetos sustentáveis e com menor impacto ao meio ambiente.

 

SOLUÇÃO – A destinação da água da chuva com a constante urbanização é justamente o grande problema de grandes centros urbanos como Brasília, já que a cada calçada, rodovia, estacionamento ou prédio construído perde-se áreas de grama e terra por onde essa água seria absorvida naturalmente.

 

A chamada impermeabilização do solo é, em parte, responsável pelos alagamentos e erosões pois impede o escoamento correto da água da chuva, por isso para o professor aposentado do programa de geotecnia da Universidade de Brasília, José Camapum, a medida da Novacap tem dois pontos positivos.

 

"Essa é uma alternativa enquanto técnica para retirada da água acumulada no local e destinação ambientalmente correta dos pneus. É necessário que se crie sempre instrumentos de 'infiltração compensatória'. É preciso e possível que o desenvolvimento seja sempre sustentável", avaliou o especialista.

 

CATA PNEU – Parte do material que a empresa contratada pela Novacap usou na Torre de TV Digital veio da usina do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) em Ceilândia, para onde são levados pneus recolhidos por um projeto inovador da administração da cidade.

 

A operação Cata Pneu consiste em recolher os produtos velhos de borracharias e áreas públicas para descarte correto, e em dois meses de existência, retirou das ruas cerca de 500 pneus.

 

"Antes eu pagava um carroceiro, mas não tinha como saber sabia se ele jogava na usina ou fazia um descarte irregular, agora está bem mais fácil", contou o dono de uma borracharia no P Sul, Rogério Soares, que por semana entrega mais de 20 pneus aos caminhões da administração, que percorrem a cidade às terças e quintas.

 

"Além de evitar a dengue, estamos trabalhando junto ao SLU a reciclagem dos mesmos, o que era um risco (à saúde) em oportunidade de emprego e geração de renda", enfatizou o administrador regional, Ari de Almeida.

 

Para obter informações sobre o Cata Pneu, o morador de Ceilândia poderá ligar no telefone 3471-9855, e solicitar o agendamento em sua residência, comércio ou próximo a sua casa.


Fonte na integra: Secretaria de Comunicação do GDF